| Review | Happily Ever After de Kiera Cass

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018


America's story wasn't the only one with a happy ending... Before Amberly came to the palace...She was a Four in love with a One.Before Maxon met the girl of his dreams... He was the boy of someone else's...Before Aspen opened his heart to someone new... He was determined to fight for his first love... And before Marlee could fall for a prince... She was swept off her feet by a guard.

No final do ano passado com a Maratona Outono Inverno 2017 e a Xmas-A-Thon, dei por mim a reler os livros de Kiera Cass e a aventurar-me novamente na vida de America Singer e, pouco depois de Eadlyn Schreave. Esta era a minha oportunidade de acabar com uma série que já seguia há algum tempo, uma vez que A Coroa, o último livro deste universo, ia ser publicado. O passo para comprar o Happily Ever After pareceu natural. 
Happily Ever After é um livro bonito. Os capítulos estão bem definidos e cada conto/microhistória tem uma nota da autora que nos dá a conhecer um pouco do processo criativo. Há ilustrações, mas não as suficientes e enganem-se aqueles que pensam que é uma continuação. Happily Ever After é uma compilação de novellas, epílogos e extras dos três primeiros livros da colecção - A Seleção, A Elite e A Escolha. Não é um livro que possam ler em separado. Para serem capazes de compreender a totalidade dos acontecimentos ou para serem varridos por uma onda de emoção é preciso lerem os três primeiros trabalhos da autora, caso contrário nada faz sentido.
Love only yourself a little bit longer, until you can't stand not to love someone else.
Happily Ever After é um livro que de certeza que vai fazer maravilhas e vontades aos mais devotos à história de Kiera Cass. E eu sou uma dessas pessoas. Não sabia que precisava deste livro até o ler. Por algum motivo, apesar de ver cada um dos defeitos e buracos na história de America e Eadlyn não consigo deixar de gostar e de apreciar as situações e as emoções que a autora proporciona. É uma escrita que vicia pela sua simplicidade. Os extra foram maravilhosos, sendo o último o The Bónus Epilogue o meu preferido, seguido de perto pela novella The Queen. Foi desolador, simultaneamente interessante e dubiamente emocional conhecer a história que levou à existência do príncipe Maxon.  
No entanto, a autora, para além de todos os extras, pode ter - ou não - caído no erro da repetição. A maioria das cenas bónus desenvolvem-se ao redor de um momento particular de A Elite que mudou a linha de pensamento da protagonista e, apesar de ser mostrada a partir de pontos de vista diferentes, o que acaba por dar a conhecer ao leitor a personalidade e o coração de outros personagens pode - e é - repetitivo a um nível profundo porque, enquanto leitores, estamos a ver o mesmo momento, uma e outra vez - apenas a companhia é diferente. Esta repetição teve um ponto positivo: fez com que o momento parecesse mais real. Estes foram momentos de leitura estranhamente fascinantes porque apesar de já conhecermos o desfecho, não sabíamos como é que os outros tinham lá chegado. 
Com Happily Ever After, Kiera Cass expandiu o mundo que criou. Talvez não ao nível estrutural que a meu ver era necessário para melhorar as explicações dos acontecimentos nos livros anteriores, mas o suficiente para dar uma maior profundidade a personagens mais secundárias e talvez menos apreciadas pelos leitores. Foi uma leitura muito fácil e muito divertida que sei que vai fazer os encantos daqueles que, como eu, apreciam a beleza da história de America Singer.



Ler Mais/Read More

E vocês? Quem é que já leu? Digam nos comentários em baixo!

Postar um comentário

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!

Latest Instagrams

© Delirious Beautiful Mind. Design by FCD.