| Televisão | 13 Reasons Why - Season 2

segunda-feira, 2 de julho de 2018


13 Reasons Why ou Por Treze Razões, retrata a história de Hannah Backer, uma adolescente que decidiu tirar a própria vida e, através de Clay Jensen, o protagonista e narrador, conhecemos as razões, mais propriamente as treze razões que levaram à decisão da personagem de Hannah para decidir que não queria viver mais neste mundo. Esta é a premissa da primeira temporada de 13 Reasons Why, baseada no livro homónimo escrito por Jay Asher. 
Para a segunda temporada, os leitores do livro foram completamente às cegas. Não é uma duologia e, portanto, qualquer conteúdo que nos fosse apresentado seria sempre uma novidade. Dei por mim a ser mais atraída para a acção e para a história da segunda temporada, talvez pelo elemento surpresa e não conhecer o caminho ou até o destino para o qual nos dirigíamos. Mas, esta segunda volta de episódios foram mais abrangentes na sua acção, envolvendo vários personagens e, embora possa compreender que também pode ser visto como um elemento menos agradável porque acabamos por estar em todo o lado, gostei. Algo que continua igual é a dificuldade de ver no ecrã a queda de algumas das histórias e, embora continue com uma abordem extremamente realista, a discrição é aconselhada, não só para pessoas que sofrem de depressão ou outras doenças do foro psicológico mas, também vítimas de qualquer tipo de abuso ou que sofram de qualquer tipo de dependência e, nesse caso, aconselho a não verem a série. 

Hannah e Clay 
Senti falta dos momentos coloridos, felizes e amorosos entre Clay e Hannah e dado o teor da maior parte da acção - o abuso sexual - houve poucos momentos onde tenha sorrido e, ao contrário da primeira temporada onde queria estende-la durante o máximo de tempo que conseguisse, o mesmo não aconteceu com esta temporada onde basicamente fiz Binge Watch dos 13 episódios em dois dias. Eu queria saber qual seria a conclusão para a história de alguns dos personagens e isso fez-me ficar agarrada ao ecrã. Por outro lado, houve pontos negativos e das quais não fui a maior adepta. Um deles, possivelmente o maior, foi a presença fantasmagórica de Hannah Baker. Apesar de ter adorado a interpretação de Katherine Langford, os flashbacks da vida e da verdade da Hannah, contada através dos amigos e família, chegava-me, não era necessário passarmos para o plano espiritual. Nesse aspecto, penso que 13 Reasons Why pecou ao querer tentar incumbir ao espectador a necessidade de verem alguma relação entre Clay e Hannah. 
No matter how matter reasons there are, there are always more reasons why not
O slutshamming e o bulliyng foram bem executados. Infelizmente, uma realidade em vários países, a forma como o guião acompanhou a jornada de Jessica e da própria Hannah à medida que o julgamento decorria pareceu real. O denegrir da imagem de uma jovem com falhas e erros para bem de uma instituição ou de alguém, é uma realidade que não é falada o suficiente. O machismo e a protecção dos agressores foram elementos que doeram de assistir mas, ainda assim, gostei do facto de a série mostrar as coisas como elas são e não criar um final feliz mas antes real e portanto, aberto a discussão.
13 Reasons Why também abordou um dos meus principais problemas com o elemento principal da série - a morte como ato de vingança. Quer no livro, quer na primeira temporada, senti que as atitudes da Hannah tiveram por base elementos menos bons e, a palavra egoísta pairava na minha cabeça, pois senti que a parte mental da personagem não foi tão bem desenvolvida como o resto e fiquei imensamente feliz por ver esses meus sentimentos expostos através da personagem de Clay de forma realista e respeitosa, tirando algum do glamour do suicídio que achei que existiu na primeira temporada. 13 Reasons Why também acabou por criar emoções conflituosas em relação a determinadas personagens e, embora compreenda que as pessoas cometem erros e que os jovens podem ser mais susceptíveis à influência e ao poder de outros, custou-me assistir e a admitir que talvez houvesse alguma hipótese de redenção.

Tyler
O controlo de armas, ou a ausência dele, também foi um dos elementos principais da história e, sendo de uma realidade completamente diferente, custa-me acreditar que tantos jovens possam ter à sua disposição um arsenal de armas mas, esquecendo a minha realidade, a direcção para a qual nos dirigíamos tornou-se óbvia nos primeiros episódios mas, sou a primeira a admitir, que não esperava por uma episódio tão gráfico, tão doloroso, tão emocionalmente cru de assistir, como o último. É um problema que não é retratado ou falado o suficiente e vê-lo no ecrã sem desviar o olhar do horror foi uma tarefa quase impossível. 
13 Reasons Why é uma serie muito humana e que retrata as dificuldades, a pressão e os problemas que os adolescentes enfrentam no seu dia-a-dia, uns mais do que outros e, fá-lo, de uma forma crua, que torna a série, em alguns momentos, difícil de assistir. Vemos o positivo e o bom nas pessoas. Vemos a coragem e o altruísmo. Vemos o arrependimento e a sobrevivência. No bolo que é a série, vemos que estender a mão a alguém que precisa pode mudar o mundo de uma comunidade.




E vocês? Quem é que já viu? 
Digam nos comentários em baixo!

10 comentários

  1. Vi a série numa semana e custou-me imenso o último episódio (tive de pausar o mesmo uma dezena de vezes). Não estava de todo à espera de ter tantas revelações nesta segunda temporada, mas senti que afinal provavelmente ela fez as cassetes mesmo para pertubá-los (tal como outrora ela esteve). Tal como tu, não gostei muito de Hannah ser um fantasma na série. Penso que haverá 3ª temporada visto que no último episódio deu a ideia que sim, porém não sei se será tão necessária como a segunda. Beijinhos :D

    www.bycarolina.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário!!! :D
      Eu vi em dois dias e no último episódio "A" cena tive de ver sem som e, mesmo assim, tinha um olho aberto e o outro fechado. Não estava mesmo à espera.
      Penso que eles estão a ir por temas. A primeira temporada era sobre o suicídio, a segunda sobre os abusos sexuais e a terceira será - penso eu - sobre os tiroteios.

      Muitos beijinhos!

      Excluir
    2. Eu tentava não ver, mas ouvia (esqueci-me totalmente de retirar o som ahah). Foi mesmo horrível.
      Dito assim, faz sentido. Só espero que não coloquem novamente o fantasma da Hannah na terceira. Beijinhos :D

      Excluir
    3. Penso que não vão coloca,r acho que mesmo a atriz não foi renovada para a 3º temporada. A própria mãe vai para Nova Iorque, não faz muito sentido continuarem a "usá-la". Só se for em flashbacks! :P

      Excluir
  2. Vi e foi inacreditável. Foi bem pior que a primeira totalmente. A cena do suicídio não me tinha feito tanta diferença, como à maioria das pessoas que viram a série. Talvez haja terceira. Esperemos que seja pertinente. Beijinhos

    Dezoito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá está, a cena do suicídio não é um conceito estranho, o que surpreendeu as pessoas foi mesmo o quão real parecia, o quão cru era. O suicídio também aparece várias vezes em livros e filmes. Já o que fizeram ao tyler, nem por isso. Abriu o tópico para discussão.

      Excluir
  3. Nunca tinha visto a série comecei à uns dias pelo feedback que ouvia de amigos/as.

    Ainda não tenho uma opinião definitiva, mas até agora não me tenho desiludido.

    Muito bom post e boa escrita, continua o bom trabalho!

    My Gentleman Side

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário :)

      Eu gostei bastante, à medida que os episódios avançam torna-se difícil parar ;)

      Muito obrigada!

      Excluir
  4. Ainda não vi a série, por um lado parece interessante, por outro não me atrai muito :) Mas, gostei de ler a opinião. Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário :D

      Não é para todos os gostos, mas é interessante ;)

      Beijinhos!

      Excluir

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!

Latest Instagrams

© Delirious Beautiful Mind. Design by FCD.