| Review | Corações Gelados de Laurie Halse Anderson

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

«Eu sou aquela rapariga. 
Eu sou o espaço entre as minhas coxas, a luz do sol a derramar-se entre elas. 
Eu sou a auxiliar de biblioteca que se esconde na "Fantasia". 
Eu sou a aberração de circo enclausurada em cera. 
Eu sou os ossos que eles querem, ligados num molde de porcelana.» 
Corações Gelados não se insere dentro da minha típica lista de leituras mas, como aconteceu com O Ódio que Semeias de Angie Thomas e Se Eu Fosse Tua de Meredith Russo, ando a tentar diversificar as minhas leituras, lendo livros com temas socialmente relevantes. Corações Gelados é um deles, visto que lida com uma protagonista que sofre de um grave distúrbio alimentar, nomeadamente a anorexia nervosa.
In one aspect, yes, I believe in ghosts, but we create them. We haunt ourselves.
A anorexia nervosa não é uma doença estranha para mim, visto que a minha família já foi afligida por ela. No entanto, era demasiado pequena para compreender a totalidade do que se passava à minha volta. Era uma Ema num mundo com uma Lia e penso que Corações Gelados só pode ser totalmente compreendido e totalmente julgado por alguém cuja história pessoal se relacione intimamente com a doença, embora não seja algo que aconselhe - de todo - sobretudo a pessoas que procuram conquistar ou já conquistaram este monstro. 
A sua leitura é uma experiência crua e realista. A forma como a autora decidiu transcrever para o papel a doença de Lia é visceral. Por momentos, conseguimos sentir o tumulto e a dor da protagonista, vendo a sua obsessão crescer. Não posso julgar a veracidade das palavras da autora, mas pelas minhas pesquisas, Corações Gelados - pelo menos para mim - possuiu uma vertente educacional. 
Porém, as repetições constantes, próprias da doença e, certamente, propositadas por parte da autora provocou um certo cansaço da leitura. Os momentos e pensamentos repetidos da protagonista, uma das formas de representação da doença, arrastaram o avançar das páginas. Simultaneamente, ao concentrarmos toda a nossa atenção em Lia e na sua batalha, perdemos muito do que se passa à volta da protagonista e como consequência os personagens secundários não são tão desenvolvidos, havendo pequenas flutuações entre quem eles eram no início do livro e quem se tornaram na última página.
I am beginning to measure myself in strength, not pounds. Sometimes in smiles.
Corações Gelados é uma representação fria mas realista de uma doença que afecta milhares de pessoas e, embora justifique os pontos negativos que achei do livro como fruto da obsessão própria da anorexia, queria ver mais do que rodeava a protagonista. O grande motivador da leitura foi, sem dúvida, o querer assistir ao momento em que a família agia e Lia agia. O querer descobrir uma razão para viver. O que para muitas Lias, já vem tarde de mais.




E vocês? Quem é que já leu o livro? 
Digam nos comentários em baixo!

Postar um comentário

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!

Latest Instagrams

© Delirious Beautiful Mind. Design by FCD.