Tecnologia do Blogger.

| Review | Quando Éramos Mentirosos de E. Lockhart

A família Sinclair parece perfeita. Ninguém falha, levanta a voz ou cai no ridículo. Os Sinclair são atléticos, atraentes e felizes. A sua fortuna é antiga. Os seus verões são passados numa ilha privada, onde se reúnem todos os anos sem excepção. 
É sob o encantamento da ilha que Cadence, a mais jovem herdeira da familiar, comete um erro: apaixona-se desesperadamente. Cadance é brilhante, mas secretamente frágil e atormentada. Gat é determinado, mas abertamente impetuoso e inconveniente. A relação de ambos põe em causa as rígidas normas do clã. E isso não pode acontecer. 
Os Sinclair parecem ter tudo. E têm, de facto, Têm segredos. Escondem tragédias. Vivem mentiras. E a maior de todas as mentiras é tão intolerável que não pode ser revelada. Nem mesmo a si. 
Esta foi a minha segunda leitura de Quando Éramos Mentirosos e, embora tenha adorado completamente a minha primeira leitura, esta segunda volta de páginas foi ainda mais marcante, pois as palavras, os gestos e os momentos tiveram muito mais significado visto que já sabia para o que é que ia. "Este livro vai ficar na sua memória para sempre". "Surpreendente, apaixonante, trágico e belo. E o final? Incrível! Este livro vai dar que falar." São frases da Entertainment Weekly e da Booklist que são cem por cento verdadeiras.

Be a little kinder than you have to.
O meu conselho para quem nunca leu Quando Éramos Mentirosos é ler o livro sem conhecer absolutamente nada e, sobretudo, sem ir ver as últimas páginas, isso é fundamental para ter a total compreensão e o total deslumbramento com a história. Para aqueles que leram apenas uma vez e, como eu, adoraram, aconselho vivamente a fazerem uma segunda leitura pois a história parece completamente diferente tendo em mente aquilo que já sabemos que acontece e é um livro que vale uma boa releitura.
Quando Éramos Mentirosos é um livro muito diferente do normal. Em primeiro lugar, lê-se com uma facilidade quase cómica. Os capítulos são curtos e a autora é brilhante ao condensar toda uma vida em curtos parágrafos e capítulos. A forma como a história se desenvolve, a própria semântica, narrativa e as metáforas tornam a história em algo vivo e a leitura torna-se viciante e dinâmica. A autora usou apenas o que era fundamental para o desenvolvimento da acção e retirou tudo o que era desnecessário não existindo momentos fracos ou de menor interesse. Há uma aura misteriosa há volta da família Sinclair e de toda a ilha, sobretudo, a sua concepção e a forma como a autora não nos deixa confiar totalmente na protagonista só aguçou mais a minha curiosidade.
Do not accept an evil you can change.
Tal como promete, o livro continuou - ainda na segunda leitura - a ser surpreendente e até mesmo a chocar pelas ligações e pelos momentos que agora - relendo - consegui compreender. É uma das minhas leituras favoritas de verão e uma das minhas maiores recomendações - para além dos autores já habituais. É um livro que explora o preconceito, a falsidade e uma noção de poder familiar e patriarcal de modo realista e muito directo, assim como a falsa noção de caridade, disfarçada pela culpa.  A capa pede: E se alguém lhe perguntar como acaba este livro... Minta.




E vocês? Quem é que já conhecia o livro? Digam nos comentários em baixo!

4 comentários

  1. Nunca achei piada nenhuma a esses cenários de 'família rica perfeita com segredos e cenas', seja filmes, séries ou livro x) Só por isso este é logo um livro que ponho de lado... mas ainda bem que gostaste, a sensação de ter uma 'leitura favorita' é sempre maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ser completamente honesta, eu também não gosto nada dos cenários de família rica e segredos mas acredita, o final vale a pena ;)

      Excluir
  2. Não aprecio muito livros com este tema de famílias com segredos por isso não compraria de certeza. Ainda assim gostei bastante da tua review. Beijinho, Dezoito

    ResponderExcluir
  3. O segredo é algo diferente, bastante interessante ;P

    Obrigada :D

    Beijinhos,

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!