Os meus 5 Youtubers Favoritos

segunda-feira, 20 de agosto de 2018


Não é mentira para ninguém que nos anos que passaram o Youtube tornou-se cada vez mais uma fonte de entretenimento para a maioria das pessoas - eu incluída - de tal modo que a boa da televisão é apenas usada para ver as noticias da actualidade e, por vezes, um jogo de futebol. Acredito piamente que a plataforma digital vai tornar-se mais e mais importante e influente com o passar dos anos, sobretudo porque mais e mais criadores estão a dar asas à sua imaginação e a fazer dele um local extraordinário e muito diverso. No entanto, não sou completamente cega às discórdias ou aos excessos daqueles a quem sigo, das mordomias de outros às custas do choque e da provocação e da controvérsia.
YouTube is becoming much more than an entertainment destination.
Os meus gostos no que toca ao youtube são estranhos e variam tanto que se alguém procurasse fazer uma ligação lógica entre os diferentes canais que sigo, iria ficar com uma valente dor de cabeça. A, talvez, única correlação que vejo entre todos é o modo story-telling que me agarra desde o princípio, algo que não vejo frequentemente em canais portugueses e que gostaria de ver muito mais.
A inspiração, a coragem e a personalidade dos próximos criadores são o motor que me leva a ver - e a ter visto mais do que uma vez - cada um dos seus vídeos no exacto instante em que eles são publicados. Aos meus olhos, a alegria ou a motivação ou o orgulho com o qual investem a sua vida na plataforma é palpável e é essa energia que normalmente procuro num canal de entretenimento. A clareza e o discurso coerente provocado por anos de prática no negócio que é o youtube facilitam a chegada de novos seguidores que posteriormente permanecem fieis ao criador por causa da qualidade do seu conteúdo.


Casey Neistat, um nova-iorquino é no bom entender da palavra, um cineasta e, qualquer pessoa que tenha visto um dos seus vídeos, compreende perfeitamente o que estou a dizer. A cinematografia e o trabalho empregue é visível e a sua personalidade muito presente e alegre leva-nos a querer conhece-lo mais. A maior parte dos seus vídeos obriga-nos a pensar mais à frente, sendo exemplos Make It Count ou Do What You Can't havendo igualmente vídeos mais pessoais sendo muitas vezes ultrapassada a barreira entre ele e a audiência. De todos na lista, Casey possui um brilho e um talento para a criação de vídeos e aconselho a qualquer pessoa que não se importe de ser entretida, pois há vídeos para todos os gostos.
Em oposição, Shane Dawson é um gosto recente, embora a sua presença no Youtube já seja anciã. Os novos vídeos-séries que publica são, para mim, tão interessantes que espero ansiosa pelo momento de o ver. A maioria vídeos de quase 40 minutos, mostra não só o empenho como também a humanidade dentro de figuras mais conhecidas ou controversas da comunidade que é o Youtube. O lado humano vem muito ao de cima, principalmente de há 8 meses para cá, quando comecei a segui-lo, pois o seu canal mudou drasticamente a qualidade do conteúdo - para muito melhor. As investigações que faz por própria conta e risco em locais assombrados ou o confronto com pessoas da sua vida são tão interessantes que me levam a vê-lo quase obsessivamente. O conjunto de amigos que o rodeia, as distintas personalidades, o humor negro e a energia são igualmente factores que me levam a ver cada um dos seus vídeos três a quatros vezes.


Por sua vez, Jaiden Animations é um conhecimento recente que não consigo expressar o quanto adoro e o quanto acho que toda a gente devia conhecer. Um canal de animação muito bem sucedido, diferente de qualquer outro que esteja nesta lista, Jaiden dá outro sentido à palavra cartoon. Neste caso em particular estamos, literalmente, a assistir ao trabalho de uma pessoa que colocou toda a sua alma nos desenhos. Os seus vídeos melhoraram imenso a qualidade nos últimos meses e são puro entretenimento, sendo uma óptima forma de passar o tempo. Faz com The Odd 1s Out - que também aconselho - uma parelha de animadores brutais.
Já Marzia é o oposto do seu controverso namorado - agora noivo - PewDiePie (ou Félix) o rei do Youtube, sendo a calma, a doçura e a bondade em pessoa. Marzia cria videos inteligentes e, à semelhança de Casey Neistat o visual é extremamente apelativo e muito próprio da sua criadora. Com curiosidades, vlogs em países diferentes, DIY, recomendações e muito story-telling o seu canal é uma mistura de tudo um pouco, sendo muito feminino e prático, o que, a nível pessoal, me agrada imenso.
I'm sure if Shakespeare were alive today, he'd be doing classic guitar solos on YouTube.
Por fim, a PolandBananasBooks ou Christine Riccio, uma booktuber - penso que talvez a com maior número de subscritores, - que me conquistou desde a primeira vez que comecei a ver os seus vídeos. A sua personalidade eléctrica, a alegria e a emoção com que descreve o acto da leitura, sempre foi algo com o qual me pude relacionar e identificar. Os seus vídeos são um entretenimento direcionado para um tema em especifico - neste caso, livros, filmes e escrita - e a forma como se traduzem na sua audiência pode ser vista de dois modos: vibrante ou irritante. Pessoalmente, inclino-me mais para a primeira opção pois gosto imenso do conteúdo que coloca mas, estou perfeitamente ciente do número de pessoas que não gosta da sua personalidade e que não aprecia o seu modo de ser. Com um grupo eclético de amigos e colegas, para mim, foi fácil começar a segui-la, coisa que o faço há mais de três anos, o que também me permite ver a sua evolução.
Todos os youtubers que foram mencionados colocam a sua vida na internet e isso fá-los ser alvos fáceis para as pessoas mais detestáveis mas, simultaneamente, torna-os pessoas queridas para a sua audiência e, por esse motivo, a lista não está em nenhuma ordem em específico. Cada um deles é uma representação da personalidade do criador e é possível ver à distância as diferenças entre cada um. Tudo o que posso dizer em relação aos canais que estão na lista é que possuem um material de qualidade e que entretêm - e muito - cada um com as suas próprias formas de contar uma história e de investir no story-telling. 


E vocês? Já seguiam algum deles? Têm um canal do Youtube? 
Digam nos comentários em baixo!

Postar um comentário

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!

Latest Instagrams

© Delirious Beautiful Mind. Design by FCD.