Tecnologia do Blogger.

Como Comecei a Ler em Inglês ?


Ler em inglês tem - sem dúvida - o seu leque de vantagens. Os livros são exponencialmente mais baratos, à ronda dos 6€ até a um máximo de 9€ (no bookdepository, por exemplo, em paperback). Não há a espera pela tradução entre livros. As editoras terminam aquilo a que se propõem. E, há uma variedade muito maior de histórias para conhecer que ainda/ou nunca vão ser traduzidas neste nosso país. No fundo, deixamos de estar limitados à nossa língua e as possibilidades que surgem são infinitas. Mas como começar?
Em primeiro lugar, tenho de referir que durante muitos anos, o inglês foi o meu calcanhar de Aquiles. Na escola passava à disciplina à tangente e não gostava da professora, da matéria ou da necessidade que todas as pessoas pareciam impingir, por isso, posso garantir a qualquer pessoa que se eu consegui, vocês também o podem fazer. 
O passo mais importante que dei para conseguir ler em inglês foi começar a ver vídeos no youtube em inglês. Inicialmente, aos catorze, quinze anos, comecei por ver vídeos relacionados com a autora J.K.Rowling. Entrevistas. Documentários. E, gradualmente, avancei para outros tópicos e canais de youtube como a Ellen, o Jimmy Kimmel, a Oprah e, finalmente, passados alguns anos, descobri o booktube. O meu vocabulário expandiu-se sem dar conta e fui, devagar, compreendendo que talvez, pudesse ser capaz de ler na língua de Sua Majestade.
J.K.Rowling. Jimmy Kimmel. Ellen. Oprah. Booktube. 
A primeira vez que o fiz, foi com Destined de Aprilynne Pike. O quarto e último livro de uma série de elfos que comecei a ler na altura. A primeira vez que peguei no livro senti o peso da tarefa que estava prestes a realizar. Normalmente demoro 2-3 dias a terminar um livro, ou mais rápido quando invisto a totalidade dos meus tempos livres mas, com Destined foram quase duas semanas. Portanto, algo que digo sempre às pessoas que iniciam a sua jornada na leitura em inglês é, em primeiro lugar, estarem à vontade com a cada frase, irem ao tradutor. Pois é esta ferramenta que ajuda a aumentar o à vontade com a leitura. 
Depois de Destined, não passei imediatamente para outros livros. Não. De algum modo, continuei a achar a tarefa intimidante. Por isso, comecei a comprar novellas de outros livros e de outras autoras, como Kami Garcia e Margaret Stohl da série Criaturas Maravilhosas. As novellas por serem pequenas, ajudaram-me a ganhar confiança para passar posteriormente para os livros. Ajudou também o facto de, entre este tempo, ter começado mais e mais, a ver filmes e séries em inglês sem a necessidade de legendas em português. Para mim, foi uma evolução orgânica e muito natural. O melhor conselho que posso dar a alguém que quer iniciar a sua vida na literatura em inglês é, sem dúvida, ter paciência e procurar estar à vontade com a língua.
Evolução orgânica e muito natural. 
Um erro que cometi foi, após Destined, ter comprado o Anna Dressed in Blood, convencida de que estava capaz de o ler sem ajuda. Anna Dressed in Blood foi um livro que li pela primeira vez na sua totalidade um pouco antes do verão deste ano. Admito que foi uma conquista saborosa. Por isso, não façam o mesmo. Iniciem-se com livros mais simples, de descrições mais fáceis de compreender. Uma autora que recomendo é, sem dúvida, Jennifer L. Armentrout ou até Michelle Hodkin para fantasia. Os contemporâneos YA são super simples e super fáceis, nomeadamente Adam Silvera que li à pouquíssimo tempo sem qualquer necessidade de recorrer ao tradutor. 
Ler em inglês não significa deixar de apoiar editoras portuguesas ou até mesmo escritores portugueses. Nada disso. Ler em inglês significa ter a liberdade para poder aventurar-me em histórias que ainda não atravessaram o oceano. É conseguir conhecer personagens e mundos que de outro modo não estariam acessíveis. Todos os dias somos bombardeados com capas de livros fantásticos, sinopses ou premissas de cortar a respiração e, para mim, era frustrante não conseguir fazer parte da hype porque olhava para as palavras e não tinha uma clara imagem na minha cabeça do que se passava. Esta frustração foi o que me levou a agir e, espero que a vocês faça o mesmo!

O que recomendo para estreantes.



E vocês? Lêem em inglês ou estão a pensar fazê-lo? 
Digam nos comentários em baixo!

6 comentários

  1. Eu tento intercalar as minhas leituras português/inglês. Mas acabo por ler por prazer em português e para o trabalho em inglês :) Mas noto a minha evolução e isso é delicioso!

    Tenho visto os teus posts e gosto muito. Continua o bom trabalho!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Ownn muito obrigada :D
    Sim é verdade! Perceber o quanto já estou independente ("do tradutor") é óptimo :P
    muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Leio em inglês há 12 anos :) abre um enorme mundo de obras que não foram editadas por cá, além de ajudar a um melhor entendimento da língua. Escrevi um post precisamente sobre isto, com várias recomendações, há uns tempos, se quiseres ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faço minhas as tuas palavras! muito obrigado pelo comentário, e vou ler sim, senhora ;)
      muitos beijinhos!

      Excluir
  4. Ui linda, eu desde que vim para o UK não quis eu outra coisa, aliás as minhas Crónicas de uma Leitora Compulsiva já é só de livros em inglês. Por 3 razões, para melhorar o meu vocabulário obviamente, porque entrou em vigor o novo acordo ortográfico entretanto e eu não percebia nadinha do que estava a ler e por fim porque os livros são bem mais baratos! Principalmente aqui... é a loucura. Quando evolui para o kindle, ui menina... é o fim do mundo em cuecas.
    Se por acaso tiveres algum ereader ou se às vezes gostares de ler no tablet ou telemóvel, diz que eu envio-te a minha biblioteca do kindle por email. É assim... um bocado extensa xD

    Beijinhos,
    O meu reino da noite
    facebook | instagram | bloglovin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem mais baratos! Já vi sítios em que fora de PT e dentro do UK os livros ficam tipo a centimos??? :O (em segunda mão,mas, ainda assim!!!)

      Excluir

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!