| Review | O Coração de Simon Contra o Mundo de Becky Albertalli

sábado, 19 de janeiro de 2019

Foto com Parceria da Joana Nunes da Panemic Books
Simon Spier tem 16 anos e os únicos momentos em que se sente ele próprio são vividos atrás do computador. Quando Simon se esquece de desligar a sessão no computador da escola, os seus emails pessoais ficam expostos a um dos colegas que ameaça revelar os seus segredos, a não ser que Simon lhe faça um favor. Simon vê-se, assim, obrigado a enfrentar as suas emoções e a assumir quem verdadeiramente é perante o mundo inteiro. Uma história delicada que explora com naturalidade e humor a difícil tarefa que é amadurecer. 
O Coração de Simon Contra o Mundo, já uma adaptação cinematográfica com o nome Com Amor, Simon, revelou-se um livro verdadeiro e profundo em mais do que um sentido, o que foi uma surpresa. Esta foi a minha segunda leitura e, qual não é o meu espanto quando, ao rever a experiência, descubro que senti uma maior quantidade de afinidade e compaixão nesta segunda volta. O que me comprova de que por vezes, há livros que, pura e simplesmente, não lemos nos momentos certos.
White shouldn't be the default any more than straight should be the default. There shouldn't even be a default.
Há muito tempo que não me debruçava sobre as páginas de um livro do género contemporâneo onde cada um dos intervenientes possuem mais do que duas camadas de profundidade, com defeitos e qualidades que, enquanto leitores, somos capazes de reconhecer por entre uma descrição ou um diálogo. A quantidade emocional que a autora deu foi a suficiente para não ultrapassar o limite da infodump e para satisfazer a curiosidade do leitor.
A autora, Becky Albertalli, trabalhou muito bem a personagem de Simon e o título original do livro Simon Vs The Homo Sapiens Agenda encaixa na perfeição. O tema principal à volta do qual a história se desenrola surge de modo relativamente natural o que faz com que o leitor se importe e crie uma empatia natural para com o protagonista. As reacções em cadeia que acontecem foram descritas com igual cuidado e realismo.
Ler O Coração de Simon Contra o Mundo foi um momento educativo. Eu, como tantas outras pessoas, vejo e compreendo melhor o mundo à minha volta através das páginas dos livros e ao conhecer o mundo de Simon Spier consegui empatizar com as suas dificuldades e emoções embora, enquanto rapariga heterossexual seja-me difícil  comentar quanto à veracidade e representação da comunidade homossexual.
Sometimes it seems like everyone knows who I am, except me.
A verdade é que, as minhas expectativas para esta segunda leitura eram reduzidas - diferente da primeira leitura, - o que possibilitou-me uma leitura muito mais descansada e aberta e, embora seja um livro, sem dúvida importante e verdadeiro, é também um livro adorável que pecou por não possuir um início ou um final mais pungente e marcante pois num mundo onde, apesar de tudo, a tolerância e a aceitação existem, mostrou muito pouco da verdade para lá do assumir quem sou.




E vocês? Quem é que já leu o livro? 
Digam nos comentários em baixo!

2 comentários

  1. Li o coração de simon e ADOREI!! Gostei muito mais do livro do que o filme, sem dúvidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu quero imenso ver o filme! vai ser dos próximos a ver, sem dúvida!

      Excluir

Muito obrigado pelo comentário!
Eu respondo a todas as mensagens deixadas, pelo que se queres ter a certeza de ver a resposta, não te esqueças de deixar colocada a opção de "notificações".
Boas leituras!